sábado, 8 de setembro de 2007

. varios .

tinha escrito um post enorme, mas quando selecionei tudo pra salvar, plim, desapareceu. antes do control c.

enfim. vou tentar lembrar tudo.

os ultimos dias tem sido punk. A. ta com uma crise horrivel de bronquite, nao dorme de noite e tem que trabalhar o dia inteiro. tadinho. 12 dias de producao do projeto novo e ateh agora nem uma unica singela peca saiu do outro lado da engrenagem. isso eh ruim porque o cliente precisa receber o produto, mas eh bom porque, quem sabe, a Deus querer, o cliente finalmente perceba que desse mato nao sai cachorro, va atras de outra fabrica - e nos saimos daqui. to tentando comprar um celular com a tela beem grande pra poder ler meus ebooks na cama, antes de dormir. ja tentei ler no computador e acabou com minha coluna. mas aih nao tem aqui. aih tem que trazer de outra cidade. aih eles querem que eu pague adiantado. aih que eu nao pago purra nenhuma nessa vida adiantado. aih que eles aceitam trazer. hoje. amanha. sabado com certeza. mas terca-feira foi feriado. segunda como sem falta. sei. ganhei uma geladeira! tres vivas para a minha geladeira! voce ja tentou cozinhar normalmente tendo apenas um frigobar como suporte para coisas pereciveis? nao? nao eh bom. tive um domingo otimo ha umas duas semanas porque sai com jing e bob - ela chinesa, ele irlandes - pra fazer compras. pena que eles ja voltaram pra inglaterra. alias, o sotaque britanico eh tudo de phyno*, ne? voltei pro hotel falando aT All. mas ja passou. chefinhos vieram pra uma reuniao e trouxeram um enorme care package: atum, salmao, carne-seca, linguica seca, cafe, temperinhos (chilis e afins) e um monte de potinhos de gel pra limpar as maos. alguns dias depois chegou o care package que a minha mae mandou, mas esse eu prefiro chamar de farnel mesmo. carne-de-charque, saquinhos de queijo parmesao ralado (nao ria. melhor que nada), oregano, cubinhos de caldo de costela e maionese. o proximo ja estah a caminho trazendo farinha. ultimo dia 28 teve um festival chamado raksha bandhan que consiste em irmas amarrarem uma pulseira (rakhi) no pulso dos irmaos pedindo protecao. nesse dia ninguem briga, arenga, tudo eh paz e alegria. eu ofereci uma pulseira pro gerente do hotel e ele aceitou, mas antes tive que abencoar todo mundo - ele, o rapaz da recepcao, o porteiro, o assistente da gerencia. ouquei. mergulhei o dedo (anular) no kumkum e enquanto eles baixavam levemente a cabeca e seguravam a nuca, danei a sapecar pontos vermelhos na testa deles. o gerente me deu um presente - um lequezinho chines muito fofinho - e agora eu tenho um irmao indiano oficial.

lembrei de tudo e o post ficou enorme de novo.

* em homenagem a finada kathy do papel pobre.

1 comments:

fezoca disse...

Anita, voce me faz desanimar de visitar [um dia] a India. :-))

Viva a geladeira! :-))

A visita ao karma kitchen vai ficar pro final de setembro, mas eu vou!

beijo grande pra voce,

| Top ↑ |