quarta-feira, 18 de julho de 2007
depois de longo e tenebroso inverno, digo, verao (monsoons?), volto pra dar noticias.

ha umas duas semanas aconteceu um troco muito muito chato. pedimos cafe no quarto porque tinhamos uma paulada de emails pra responder e assim ganhariamos tempo. quando fui me servir de cafe vi que nao era cafe e sim um liquido amarronzado. cha, talvez? aproximei a xicara do nariz, cheirei, olhei mais atentamente e vi um cabelo boiando. e uma asa de inseto. e um monte de pontinhos pretos nao-identificados.

surtei, ne?

a cozinha nao entendeu o pedido (oh, que surpresa!) e mandou agua quente para fazer cafe soluvel. mas que agua.

pra encurtar a historia, me revoltei, chorei, imaginei quantas vezes tinha tomado cafe feito com aquela agua, quantas vezes tinha comido arroz feito com aquela agua - sem saber, sem sequer suspeitar da nojeira que passava pelos meus labios. nao tem palavra, em lingua nenhuma, que expresse fielmente a minha repugnancia.
e veio gerente, e veio dono, me prometeram mundos e fundos, medidas "urgentes" foram tomadas, mas nao consigo mais comer nem beber nada desse hotel, talvez de lugar nenhum desse pais. mas tambem, muita ingenuidade a minha. minha mae sempre diz que "costume de casa vai a praca" e a "praca" aqui eh imunda. por que eu me iludi em achar que dentro das casas e dos hoteis seria diferente? sei la. so sei que ignorance is a bliss, meu sistema imunologico a essa altura do basquete deve ser praticamente um guerreiro ninja OU meus intestinos abrigam a mais fantastica populacao de vermes do planeta.

por falar em medidas "urgentes", eis aqui um bom exemplo de como o indiano em geral tem problemas para pensar a longo prazo ou globalmente: dentre as providencias a serem tomadas, foi sugerida a contratacao de uma pessoa para lavar exclusivamente os nossos pratos e talheres. mas como assim? nos merecemos tratamento especial porque reclamamos? e os outros hospedes? tudo ouquei se eles continuarem comendo e bebendo lixo em pratos com marcas de dedos e talheres ensebados?

vale lembrar que eles ja tinham comprado, ha alguns dias, conjuntos de xicaras separados pra gente porque quase todo dia eu pedia pra trocar a minha xicara que estava suja com aquela marca de cafe no lugar onde a gente bebe, sabe do que eu to falando?

pedi um fogao ao gerente, recebi ha alguns dias. fui ao centro da cidade e comprei panelas, arroz, feijao e outras coisinhas, mas ateh o fogao chegar passei mais de uma semana comendo biscoito e leite. proteina, de um modo geral, ainda eh um problema. consegui encontrar UMA lata de presunto e UMA lata de sardinha (que ja acabaram).

p.s.: quando a agua suja esfriou na xicara dava pra ver bolinhas de gordura flutuando na superficie. aaaaaargh.

5 comments:

fezoca disse...

aaah, que horror, que horror!!!!!!!!!
beijo, Ana! guenta firme...

Karin disse...

nossa anita, ler de novo me deu mais nojo...
bjs

Anathalia disse...

Puxa vida!... Imagino o seu grau de nojo!

Ana disse...

meninas, eh surreal. a india eh outro planeta, so pode ser.
um dia, no cafe da manha, pedi pro garcom trocar a faca que estava suja. ele passou a lamina entre o polegar e o indicador, bem apertado, sorriu e me devolveu a faca com uma cara de "viu? agora ta limpo".
serio, o conceito de higiene aqui eh elastico demais pro meu gosto.
obrigada pela forca e beijos!

Claudia disse...

Afe maria... o estomago revirou só de pensar!!! :(

| Top ↑ |