quarta-feira, 1 de julho de 2009

. Se eu fosse um bicho... .

... eu seria uma gata. Mas ao contrario de Guerra e Paz - se eu fosse um livro, ser gata traduz tudo o que eu *gostaria* de ser e nao sou: a postura blasé, a economia de palavras (miados?), o olhar que ve laaaa dentro, a sensualidade, a flexibilidade que beira a liquefacao, o equilibrio, a feicao enigmatica e, por que nao, aristocratica, a perfeita aceitacao sem culpa de levar uma vida metade dormitando, metade se lambendo.

Talvez seja bom deixar claro que a descricao acima se encaixa perfeitamente em Preta, minha gata arquetipica e perfeita que ateh ano passado levava um bocado de tempo fazendo (muitos e muitos) gatinhos tambem, mas depois da cirurgia eh so dormir e se lamber mesmo. Porque se eu tomasse como modelo a Nina (minha finada gatinha, filha da Preta), eu teria que escolher outro animal pra *querer* ser. Porque Nina era como eu ja sou: irritadica, curiosa, boba, impressionavel, chegada numa conversa (miadeira?), briguenta.

Mas o que eu tava dizendo mesmo?
Ah, sim: Se eu fosse um bicho eu seria (sou?) uma gata.

3 comments:

Borboletas nos Olhos disse...

"nós, gatos, já nascemos pobres, porém já nascemos livres..." Eu também! Eu também! Eu também!

Contra a Maré disse...

Eu seria um Touro! Na compreensão antiga...

Ciça Donner disse...

Mana, eu tenho medo de saber o que eu seria... égua já fco feliz

| Top ↑ |