segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

. Senta que la vem historia .

De Roma fomos pra Paris - Lu e eu - e la eu pedi penico. Ainda consegui acompanha-la ao Louvre, Tuilleries, Galeries Lafayette, La Grande Epicerie (parada obrigatoria pra quem gosta de cozinhar, se nao para quem gosta de comer), a Capela da Medalha Milagrosa na Rue du Bac (tem que bater ponto) e acho que so. Compramos um passe Mobilis que da acesso ilimitado a todos os meios de transportes por um dia e, puf!, nos descobrimos em Montmartre, quase congelando, podres de cansaco e com vontade de fazer xixi. Voltamos ao hotel e me rendi. Bandeira branca, nao posso mais. A partir daih Lu se apossou de um mapa e desbravou a cidade lindamente - e sozinha - enquanto eu me espalhava na cama tentando nao me mexer pra nao doer.

Mas antes disso teve Roma. Incrivel como duas cidades podem ser tao lindas e tao diferentes. Enquanto Paris eh sobria, chique, organizada e contida, Roma eh um caos borbulhante e apoteotico. Tudo, eu disse t-u-d-o eh imenso, suntuoso, maior que a vida. Os Museus do Vaticano sao riquissimos. Basilica de Sao Pedro, teu nome eh Opulencia. Nao me contive e liguei pra minha mae, la no interior do Ceara, so pra dizer Mae, eu to na Praca Sao Marcos!! O Panteao, a Piazza Navona, a Fontana di Trevi sao monumentais e aparecem do nada, mal se deixando entrever por entre as ruazinhas estreitas e ancias da Cidade antiga de Roma, um susto atras do outro. O Coliseu - Colosseo - eh um colosso (como o proprio nome diz, alias, muito justamente) que abrigava 50.000 almas ja no comeco do *milenio* passado. Voce sabe o que eh isso? Eu nao tenho certeza se consigo abarcar esse conceito. Alias, eh dificil ateh acreditar que *existiam* 50.000 pessoas em Roma naquela epoca. E mais nao falo, nao porque o assunto se esgotou, mas porque ja gastei todos os meus superlativos e nao gosto de me repetir.

Pra encerrar, um conselho: venha. Venha conhecer o Velho Mundo. Ou va conhecer o novo (Australia, USA). Ou o Velho Mundo do lado de la (China, India). Ou ainda o Mundo Mais Velho de Todos (Africa). Voce eh quem manda, o planeta eh o seu quintal. Pare de comprar aquelas bugingangas enfatuadas que voce sabe (voce sabe, nao sabe?) que poderia perfeitamente passar sem, e comece a juntar dinheiro pra sair por aih. Nao se conforme com as redondezas. Ouse. Va comer uma buchada na Escocia (la eles chamam haggis) ou uma mao-de-vaca na Italia (nesse caso, osso bucco). O pior que pode acontecer eh voce descobrir - ou ter a certeza, no caso de voce ja intuir - que somos muito parecidos nas nossas abismais diferencas.

E depois me conte como foi.

1 comments:

Borboletas nos Olhos disse...

Vamos por partes, como diria meu amigo Jack:
01. Que maravilha ler um post seu...apesar de conversarmos um bocado, sempre é bom deparar-me com suas palavras em seu estilo próprio...

02. Ai, que saudade eu tenho da Bahia! E de Roma e de Paris e de Matera e de toda lamparina do velho mundo (novo pra mim)...

03. Você é uma ótima companheira de viagem, mesmo quando estamos loucas pra fazer xixi...hehehe

04. Eu estou pensando seriamente em montar o meu cardápio permanentemente de miojo com ovo pra ver se junto grana pra viajar de novo...eu preciso, mais uma vez, outra vez...

05. As diferenças são charmosas mesmo (menos no caso dos ralos, kkk)

| Top ↑ |